Search
  • Felipe Bernardo Theodoro

Como Realmente Ajudar Alguém Que Está Passando por um Momento Difícil?



Se você me perguntasse isso alguns anos atrás eu iria responder:

Dá um conselho pô, uma sugestão, descobre o que está aborrecendo ela e fala para ela mudar ou veja qual é o problema e resolve pra ela.

Tudo isso vem de uma boa intenção de tentar mudar o estado daquela pessoa, de deixar ela finalmente em paz e para tornar o momento difícil algo que possa ser lidado com mais tranquilidade.

Eu vejo isso o tempo todo. As pessoas têm das mais puras e singelas intenções em ajudar, mas só tem um problema...

Tentar ajudar os outros enquanto tenta mudar o que eles estão experienciando não funciona.

Dar conselhos, falar como a pessoa deve agir ou tentar mudar seu estado emocional parece que pode funcionar, mas muitas vezes só faz as pessoas se sentirem ainda menos ouvidas e amadas.

Deixa eu te fazer uma pergunta, naquele momento no passado quando você estava sofrendo, o que REALMENTE te ajudaria?

Muitas pessoas respondem algo como:

“Um abraço”; “Só alguém estar ao meu lado, presente”; “Que alguém me entendesse”; “Saber que eu não estava sozinha”.

Isso é porque nestes momento não temos a clareza mental para assimilar um concelho ou outra perspectiva.

Não adianta tentar mudar ou melhorar o estado das pessoas, porque na verdade ninguém está quebrado.

É só que várias vezes a gente pensa que existe um problema muito real, como um monstro debaixo da cama e ficamos apegados com aquilo na mente. Mas por debaixo de toda aquela realidade problemática que parece verdade, há uma clareza e paz inata que sempre esteve lá.

Se você esperar, a perspectiva e pensamentos daquela pessoa vai mudar naturalmente e ela vai começar a voltar pra casa, pois a nossa mente se autorregula sem a gente precisar fazer nada.

O simples fato de notar que o que estamos sentindo é uma criação bem real da nossa mente que parece muito ser verdade (mas não é) faz com que todo aquele sofrimento se dissolva.

E quando o temporal passa as pessoas naturalmente voltam a ter acesso ao seu bom senso e clareza, é neste momento que ELAS MESMAS têm boas ideias de como lidar com a situação. As pessoas são MUITO mais resilientes e inteligentes que pensamos.

Então ao invés de tentar mudar alguma coisa (isso que é o problema), experimente ficar curioso e realmente ouvir o outro. Tente se colocar no lugar daquela pessoa e imagina como ela está vendo sua realidade, como aquele problema parece tão gigante para ela.

Percebe que se você estivesse tendo os mesmos pensamentos que ela as coisas também pareceriam grande problemas para você.

E então deixa ela estar, deixa que o sistema dela se autorregule e volta a se acalmar e a ter boas ideias.

É que nem ir na montanha russa, se você sabe que vai ter um frio na barriga, mas que logo termina, pra quê tentar consertar o que não está quebrado?

Na minha experiencia, é deste entendimento que surge uma conexão e intimidade profunda, uma paz, compaixão e mais amor. Quanto menos eu penso sobre mim ou o que EU preciso fazer/dizer - quando eu saio de cena – é quando naturalmente uma presença e amor se expressa através de mim.⁣


Um abraço,

Felipe.


Foi útil? Quer explorar este tema mais afundo?


Entre em contato que agendamos uma conversa.


7 views0 comments

Recent Posts

See All